Barreiras e exclusão: a preservação dos Direitos Humanos nas políticas de gestão de pessoas e seu impacto para os cidadãos transexuais e travestis no mercado de trabalho: um estudo de caso na cidade do Rio de Janeiro

Ricardo Rohm, Thaís Sampaio e Carine Oliveira em UFRJ

📅 JICTAC 2012

Resumo:

Para Sanches (2006) os preconceitos enfrentados pelos não-heterossexuais no cenário organizacional, tais quais discriminação, homofobia, estereótipos negativos e estigmas sociais, formam barreiras para os indivíduos de minorias sexuais ingressarem e permanecerem nas organizações. Nesse estudo abordaremos apenas as questões relativas aos indivíduos transexuais e travestis no mercado de trabalho formal. O objetivo da pesquisa é descobrir até que ponto as práticas de gestão de pessoas sobrepujam os valores éticos e morais ligados à dignidade humana e a Responsabilidade Social, nos processos de recrutamento, seleção e desenvolvimento de carreira de indivíduos transexuais e travestis. Será que as políticas de gestão de pessoas adotadas pelas empresas impõem barreiras para o ingresso dessas minorias nas organizações? Essas políticas estão atreladas aos valores éticos e morais no que tange o respeito aos direitos humanos? Existem políticas que garantam o bem-estar e desenvolvimento de carreiras desses indivíduos quando ingressam nas empresas? Qual a relação entre as políticas de gestão de pessoas e as políticas públicas no que diz respeito às barreiras encontradas por essas pessoas no mercado de trabalho? O estudo tem caráter exploratório-descritivo e contará com uma revisão bibliográfica acerca da temática de direitos humanos, ética, sexualidade e gestão de pessoas. Além disso, verificar-se-á através de entrevistas semi-estruturadas com 5 transexuais ou travestis inseridas no mercado de trabalho formal, como as políticas de gestão de pessoas adotadas pelas organizações brasileiras impactam tanto no seu ingresso como também na permanência, ascensão e carreira no mercado de trabalho na cidade do Rio de Janeiro. PALAVRAS-CHAVE: Direitos Humanos, Gestão de pessoas, Cidadãos Transexuais.

Compartilhar


Inspiração para o comentário:
Lembre-se de que você veio aqui, porque compreendeu a necessidade de lutar contra si mesmo. Agradeça, portanto, a quem lhe proporcione a ocasião para isso.
Gurdjieff
Alterar sua foto de perfil ou fazer login.

Deixe um comentário

  1. <strong>Texto em negrito</strong>
  2. <em>Texto em itálico</em>
  3. <blockquote>Citação de mais de 3 linhas</blockquote>
  4. 🙏
  5. 👏
  6. 🤩
  7. 😍
  8. 😘
  9. ❤️
  10. 😉
  11. 😊
  12. 😁
  13. 👍
  14. 🤔
  15. 😄
  16. 😎
  17. 🐘