Governança e inovação: novos arranjos e modelos de controle social


Ricardo Rohm, Felipe Tinoco e Pedro Eiras em UFRJ

ResearchGate – 📅 SIAc 2018

Resumo:

A pesquisa tem como objetivo geral realizar um estudo exploratório sobre casos de organizações que agem de encontro à lógica predominante de lucro das grandes corporações. Desta forma, após fundamentação histórico-teórica por meio de levantamento da literatura de referências do campo de ciências humanas aplicadas, a pesquisa realiza uma análise de organizações que criam oportunidades sociais e, assim, proporcionem um aumento das capacidades humanas e da qualidade de vida (Sen, 2009), que estejam necessariamente em atuação nos últimos dez anos.
Já que “o legado de um movimento social consiste na mudança cultural que produziu com sua ação” (Castells, 2017, p. 242) e já que modificações e criações de decisões são o maior apelo para o desenvolvimento da sociedade (Ibid, 2017), os casos analisados nesta pesquisa pretendem destacar um estilo de governança com propósito, renegando a limitação aos aspectos utilitaristas das organizações e estabelecendo condutas de participação social que exaltem a democracia.
Para Castells (2017), esses movimentos são criados a partir de um sentimento coletivo de indignação que alcance um canal comunicativo e forme uma rede de relações que dispute territórios de poder na sociedade. É nessa perspectiva que os conceitos de Castells se unem às ideias de campo e capital de Bourdieu (2005). A composição de campo é formatada por uma teia dinâmica de relações em diferentes posições hierárquicas, definidas pelo acumulo de capital dos seus participantes. Como os casos escolhidos desafiam os aspectos comumente vigentes na esfera corporativista, o diálogo entre os pensamentos de Bourdieu e Castells (1) evidencia o caráter imprescindível da noção de poder para o entendimento da sociedade e (2) proporciona uma estrutura teórica que possibilita uma análise mais profunda e compreensiva dos fenômenos estudados.
Além de propor a criação de um modelo de análise para as organizações que divergem do pensamento utilitarista, o estudo busca responder as seguintes perguntas: Quais são as razões para os indivíduos exercerem ações que possam ressignificar os padrões de poder predominantes na esfera privada? Como os indivíduos as fazem? Quais são seus efeitos?
Uma vez que a pesquisa foca em proporcionar maior visibilidade e familiaridade para o eixo de governança social conjuntamente à produção de novas informações com base no aprofundamento e compreensão do tema, optou-se pelo estudo exploratório quanto ao objetivo e qualitativa quanto à abordagem. Possui ainda natureza bibliográfica e documental quanto aos procedimentos, por meio do levantamento não só de publicações e artigos, mas também de reportagens investigativas, notícias e documentários (Gerhardt e Silveira, 2009).
Palavras-chave: Organizações sociais; Empreendedorismo; Governança social; Desenvolvimento Humano; Modelo de Gestão.

Abstract:

Governance and innovation: new arrangements and models of social control

The research has the general objective of fulfilling an exploratory study about cases in which organizations act against the predominant profit logic behind corporations. This way, after a historical and theoretical foundation provided through a literature revision of the applied social sciences field, the research conducted an analysis of organizations that have acted to create social opportunities in the last ten years and, by doing so, provide the increment of human competencies and quality of life (Sen, 2009).
Since a “social movement legacy consists of the cultural change that it has produced by its action” (Castells, 2017, p.242) and since the modification and creation of decision-making situations are the major appeal of society’s development (Ibid, 2017), the chosen cases in this research intend to highlight a governance style filled with purpose, denying the limitations to utilitarian aspects of standard organizations and establishing social participation conduits which exalts democracy.
According to Castells (2017), these social movements are born from a collective outrage feeling that reaches a communicative channel and forms a network of relations that challenges the occupied territories of power in society. In this perspective, Castells’ concepts add up to Bourdieu’s ideas of capital and field (2005). The composition of field is made by a dynamic web of relations in different hierarchical positions, defined by the many individual’s capital accumulation. As the chosen cases defy the most current aspects in the corporativist spectrum, the dialog between Bourdieu’s and Castells’ thoughts (1) highlights the crucial feature of power notion for understanding society and (2) provides a theoretical framework which allows a more deep and comprehensive analysis of the addressed phenomenon.
Besides proposing the creation of an analysis model for organizations that diverge from the utilitarian pattern, the research aims to answer the following questions: What are the reasons so individuals come up with actions that can resignify the predominant power patterns in private sphere? How do these individuals make them? Which are their effects?
The research focuses on providing more visibility and familiarity to the social governance field in concert to the production of new information based on the deepening and understanding of the theme. It has bibliographic and documental nature as for the procedures, not only by collecting publications and articles, but also some investigative reports, news and documentaries (Gerhardt e Silveira, 2009).

Compartilhar


Postado por


Inspirações para o comentário:
abate, alegria, amuo
ânimo, ardor, arte
susto, avidez, bobeira
calma, cansaço, carranca
coleção, confusão, contemplação
criação, curiosidade, depressão
descontente, deslumbre, despertez
determinação, diversão, doente
empolgação, encanto, energia
esperança, espirituosa/o, estranheza
estresse, feliz, gelo
ímpeto, irritação, melancolia
nerd, ocupação, peculiar
pensamento, realização, riso
saltitante, satisfação, sombra
surpresa, trabalhando, travessa/o
triste, zanga
Lembre-se de que você veio aqui, porque compreendeu a necessidade de lutar contra si mesmo. Agradeça, portanto, a quem lhe proporcione a ocasião para isso.
Gurdjieff
Você pode alterar sua foto de perfil no Gravatar ou fazer login.

Deixe um comentário