Humanidades digitais e governança social

PROGRAMA DE ESTUDOS E PESQUISAS EM
DESENVOLVIMENTO HUMANO, FORMAÇÃO
DE LIDERANÇAS E GOVERNANÇA
CORPORATIVA

“se você não esta no controle de seu corpo, alguém ou alguma coisa está.”


Ricardo Rohm

GOVERNANÇA CORPORATIVA

Os estudos buscam entender as relações pelas quais uma empresa é controlada e administrada, trabalhando para além do paradigma padrão de governança voltada para os shareholders (detentores de ações), mas também para os stockholders (sociedade, clientes, fornecedores, funcionários e acionistas).

Desejamos estimular a implementação de práticas de gestão socioambientais sustentáveis e éticas nas
organizações.

Existe uma preocupação com o resgate social da
produção da riqueza que parece obstaculizado pela
crise do Estado contemporâneo. A governança é
entendida como um campo de retomada social da
produção e da distribuição das riquezas.

“A crise de referências e valores fundamentais da
sociedade moderna, acompanhada pela crise de suas
instituições tradicionais, desorganizam e desqualificam
os então
conhecidos e praticados vínculos sociais essenciais aos

processos de identificação dos indivíduos, e , portanto,
fragmentam suas identidades e abrem um vazio de
sentido a ser pretensamente ocupado pela Organização
contemporânea, com seu imaginário de excelência
e sucesso, ensejando a discussão dos modos de
subjetivação inaugurados por suas práticas discursivas.”

Rohm, em ​A Produção de Subjetividades em Organizações Contemporâneas: Práticas Discursivas e Políticas da Empregabilidade.