Empregabilidade: um estudo sobre os impactos das políticas de recrutamento e seleção sobre os alunos de Administração da UFRJ

Ricardo Rohm e André Cabral em UFRJ

📅 JICTAC 2014

Resumo:

As políticas de recrutamento e seleção praticadas pelos RHs das empresas, assim como os conselhos de gurus da administração e headhunters especializados a respeito das competências, habilidades e atitudes necessárias para a obtenção de um bom emprego, terão embutidas em si uma, para além de simples conselhos objetivos, uma dietética de valores esperados que o bom cidadão deverá possuir para se tornar empregável. Mais que a simples procura de mão de obra, os posicionamentos das empresas e RHs impactarão na subjetividade dos seres humanos. Poder ou não estar empregado irá determinar escolhas de vida, de carreira, de desenvolvimento e mesmo de personalidade. Em tempos contemporâneos, onde o conceito de empregabilidade determina que é recai sobre o trabalhador a responsabilidade de estar ou não empregado, pode-se pressupor que as disposições de empregos terão grande impacto sobre a subjetividade do trabalhador. Com base nisso, propõe-se um estudo qualitativo sobre o tema. Pretende-se realizar entrevistas com os alunos de administração da UFRJ a fim de auferir seu posicionamento em relação a busca por emprego, escolhas de vida, qualidades e habilidades necessárias para obtê-lo.

Compartilhar


Inspiração para o comentário:
Lembre-se de que você veio aqui, porque compreendeu a necessidade de lutar contra si mesmo. Agradeça, portanto, a quem lhe proporcione a ocasião para isso.
Gurdjieff
Alterar sua foto de perfil ou fazer login.

Deixe um comentário

  1. <strong>Texto em negrito</strong>
  2. <em>Texto em itálico</em>
  3. <blockquote>Citação de mais de 3 linhas</blockquote>
  4. 🙏
  5. 👏
  6. 🤩
  7. 😍
  8. 😘
  9. ❤️
  10. 😉
  11. 😊
  12. 😁
  13. 👍
  14. 🤔
  15. 😄
  16. 😎
  17. 🐘