Liderança e homossexualidade: porque os gays estão mais próximos da excelência?


Ricardo Rohm, Alexandre Souza, Carlos Tiago e Emanuel Junior em UFRJ

📅 JICTAC 2011

Resumo:

Ao longo da história da humanidade, foram documentadas ações de lideranças de orientação homossexual que mudaram o curso das mais diversas esferas da expressão humana: arte, filosofia, ciência, estratégia militar, política e governo. (DUBERMAN et al. 1990) Estudos em psicologia mostram que gays – de ambos os sexos – já reconhecem sua singularidade, perante os grupos de convívio social, desde a infância. Uma vez que esse convívio é dado numa sociedade predominantemente heterocentrada, tem-se como resultado o desenvolvimento de uma série de “mecanismos de sobrevivência” por parte desses indivíduos – para que se possa lidar com uma realidade de opressão e preconceito. (SNYDER, 2006) Eles adaptam as realidades de seus ambientes como condição para permanecerem emocional e fisicamente seguros, e, desse modo, acabam por desenvolver, com destaque, certas competências essenciais para o exercício da liderança no mundo de negócios contemporâneo, considerados os desafios, complexidade, velocidade e a intensidade das mudanças e dos problemas que tais lideranças devem defrontar-se e buscar superar. Entre estas competências destacam-se: adaptabilidade, comunicação intuitiva e solução criativa de problemas. (SNYDER, 2006) A partir de uma revisão bibliográfica, e análise de estudo de caso gerado a partir de pesquisa estatística, com escala validada, realizada com 220 gestores de 18 organizações norte-americanas, o presente estudo tem por objetivo analisar quais são os aspectos determinantes para que os homens e mulheres assumidamente homossexuais, ocupando posições gerenciais em organizações, venham a apresentar maior desenvolvimento dessas competências quando comparados a outros grupos de orientação heterossexual; almeja-se também, nesta pesquisa, analisar os benefícios trazidos às organizações e aos próprios individuos de orientação homossexual, considerado seu desenvolvimento humano e de carreira, quando ocupam cargos gerenciais(RODRIGUEZ et al. 2004).

Compartilhar


Postado por


Inspirações para o comentário:
abate, alegria, amuo
ânimo, ardor, arte
susto, avidez, bobeira
calma, cansaço, carranca
coleção, confusão, contemplação
criação, curiosidade, depressão
descontente, deslumbre, despertez
determinação, diversão, doente
empolgação, encanto, energia
esperança, espirituosa/o, estranheza
estresse, feliz, gelo
ímpeto, irritação, melancolia
nerd, ocupação, peculiar
pensamento, realização, riso
saltitante, satisfação, sombra
surpresa, trabalhando, travessa/o
triste, zanga
Lembre-se de que você veio aqui, porque compreendeu a necessidade de lutar contra si mesmo. Agradeça, portanto, a quem lhe proporcione a ocasião para isso.
Gurdjieff
Você pode alterar sua foto de perfil no Gravatar ou fazer login.

Deixe um comentário