Virando a página ou abrindo o livro novo?


O ano de 2019 não foi apenas um ano de retrocessos em diversas esferas da vida política e social dos brasileiros, em que pese terem sido muitos. Foi também um ano de ampliação da consciência e da relevância da educação de um povo, e, especialmente acerca dos desafios enormes que devemos enfrentar como sociedade, para sermos capazes de escolher melhor nossas lideranças e para agirmos de forma ética. A formação de lideranças no âmbito do PEP tem sido uma tônica de nosso trabalho há 12 anos, cujos resultados modestos falam por si mesmos, sem ignorar, contudo, sua relevância e grandeza de propósito. Assim, podemos nos perguntar se a entrada em 2020 se caracterizará numa virada de página, ou se revela o início de uma nova história, de uma nova fase…

O ano de 2019, em plena era da datificação e da vigilância, também foi um ano de movimentos sociais, de resistências ao arbítrio, de construção de novas alianças e parcerias, e também da criação e lançamento do site do PEP, projeto há muitos anos desejado. Tem cara nova, capa nova, mutante como nossa coragem de agir, colorida como a vida vista pelas lentes da diversidade, e responsável como toda intenção de governança deve ser. Tem muitas páginas, projetos e também tem memórias. Tem até os depoimentos de tantos queridos e queridas que deixaram suas belas marcas na história do PEP, tornando nosso legado vivo, orgulhoso e belo. Tem cinema no PEP porque a arte imita a vida e a vida pode superar a arte, cinematograficamente.

Tem filosofia porque sem questão, nada faz sentido. E tem todo o sentido do mundo na educação dos jovens, porque deles é o futuro que venham a construir a partir de nós, seus Mestres. Por essas e outras, não poderíamos encerrar este ano, ou virar esta página, e abrir um novo livro, cheio de esperanças e aventuras, pela pesquisa, pelo conhecimento, pela comunidade, pelo desenvolvimento humano, precípua de toda educação libertadora, sem reconhecer e registrar o justo trabalho dedicado de nossos alunos, de nossos pepianos do presente, do passado-sempre-presentes e futuro, por agora apenas, ainda ausentes. Vocês são o meu presente! E o meu melhor futuro!

Assim, 2019 também foi o ano de conquistas importantes, do meu pós doutoramento, e mesmo fisicamente distante, marcamos nossa presença de excelência e de paixão pelo conhecimento e pela vida, -sempre com alguma polêmica – em todas as oportunidades que se apresentaram, entre elas o sucesso na SIAC e nos eventos, palestras, congressos e assemelhados. Neste novo livro que abrimos, degustaremos página por página, com a liberdade de sermos criadores de nossa propria jornada. De suas próprias jornadas: de seus projetos de vida! E o PEP existe exatamente porque a carreira não é nem deveria ser o mais importante na educação de uma pessoa.

Na primeira página do site, ou do novo livro que se anuncia, temos música, temos Ernesto Nazareth. Temos a dedicação de uma Diretoria jovem e criativa para que nosso legado seja de fato nosso, múltiplo e plural, e não dependa apenas de nosso modesto investimento inicial.

Quem sabe (?) ao virarmos essa página de 2019, e ousando criar um novo livro, uma nova história de nós mesmos, não nos tornemos um bom livro feliz e belo na biblioteca do mundo, do Brasil, do Rio, da Praia Vermelha, do cantinho da cabeceira de cada um, onde nunca mais nos saberemos sós.

Que venha 2020 – porque vai ser babado!

Compartilhar


Postado por


Inspirações para o comentário:
abate, alegria, amuo
ânimo, ardor, arte
susto, avidez, bobeira
calma, cansaço, carranca
coleção, confusão, contemplação
criação, curiosidade, depressão
descontente, deslumbre, despertez
determinação, diversão, doente
empolgação, encanto, energia
esperança, espirituosa/o, estranheza
estresse, feliz, gelo
ímpeto, irritação, melancolia
nerd, ocupação, peculiar
pensamento, realização, riso
saltitante, satisfação, sombra
surpresa, trabalhando, travessa/o
triste, zanga
Lembre-se de que você veio aqui, porque compreendeu a necessidade de lutar contra si mesmo. Agradeça, portanto, a quem lhe proporcione a ocasião para isso.
Gurdjieff
Você pode alterar sua foto de perfil no Gravatar ou fazer login.

3 comentários em Virando a página ou abrindo o livro novo?

  1. Mestre, como sempre nos dizendo palavras de perseverança e foco nos propósitos. Por mais que as adversidades se apresentem, é importante que compreendamos e sigamos com foco no propósito. A dinâmica da vida nos conduz a diversos caminhos, muitas vezes nos desequilibra, mas é necessário que reconheçamos que o equilíbrio é sempre possível e atingível. Um novo ano é o momento para fazer um balanço e revisar os nossos propósitos, e com isso, novos capítulos serão escritos. Que capítulo eu quero escrever? como quero escrever este capítulo? o que quero dizer com este capítulo? É a nossa vida que estamos escrevendo…
    Feliz ano novo !
    Humor: alegre.

    Responder

Deixe um comentário