A Homofobia como valor determinante nas práticas discriminatórias para produção de subjetividades


Ricardo Rohm, Samira Pompeu e André Cabral em UFRJ

ResearchGate – 📅 JICTAC 2012 – 📖 Publicação – 📖 Publicação

Resumo:

Segundo Rohm (2003), no mundo pós-moderno vive-se uma época de crise de referências e valores das instituições em um processo de fragmentação das identidades ocasionando um vazio de sentido a ser pretensamente ocupado pela vida organizacional. Ao mesmo tempo, além de ocupar este vazio, pela introjeção individual do que Foucault denomina poder disciplinar, há um conjunto de práticas de docilização, de adestramento e de auto-vigilância, realizadas pelas empresas, efetivadas através da interiorização de valores, normas, procedimentos, atitudes e comportamentos rigorosamente treinados e reforçados (ROHM, 2003). Por isso, a presente pesquisa busca explicitar, analisar e descrever quais mecanismos de que as organizações contemporâneas se valem para moldar as subjetividades dos LGBTs (Lésbicas, Gays, Bissexuais e Travestis), tornando-os mais produtivos e supostamente comprometidos com resultados organizacionais apesar da homofobia presente nestes ambientes. A pesquisa contará com um estudo de campo realizado na cidade do Rio de Janeiro. Serão entrevistadas pessoas pertencentes à comunidade LGBT, entre 18 e 50 anos, moradoras da cidade do Rio de Janeiro que trabalhem em Organizações. Utilizar-se-á o método de análise de discurso com base na transcrição das entrevistas destes indivíduos. Optou-se por tal metodologia, pois, segundo Vergara (2005), esta análise objetiva não só apreender como uma mensagem é transmitida, mas também explorar o seu sentido. Como ferramenta para tal método, utilizar-se-á um questionário com perguntas abertas, feitas presencialmente.

Abstract:

Homophobia as a determining factor in discriminatory practices towards the production of subjectivities: a study with homosexual people working for companies in Rio de Janeiro

The objective of this research is to describe and analyze which are the mechanisms that contemporary business organizations employ to shape the subjectivities of homosexual subjects from the perspective of the genealogical method which has been specifically developed by Rohm (2003). This study is endorsed by some post-structuralist concepts from philosophers such as Michel Foucault and Félix Guattari. As reflections due to some homophobic discourses within companies, one has found subjects reporting various ways of coping with such discrimination, such as self-denial, fear of coming out, a search for instrumentalisation of technical expertises and even resigning.

Compartilhar


Postado por


Inspirações para o comentário:
abate, alegria, amuo
ânimo, ardor, arte
susto, avidez, bobeira
calma, cansaço, carranca
coleção, confusão, contemplação
criação, curiosidade, depressão
descontente, deslumbre, despertez
determinação, diversão, doente
empolgação, encanto, energia
esperança, espirituosa/o, estranheza
estresse, feliz, gelo
ímpeto, irritação, melancolia
nerd, ocupação, peculiar
pensamento, realização, riso
saltitante, satisfação, sombra
surpresa, trabalhando, travessa/o
triste, zanga
Lembre-se de que você veio aqui, porque compreendeu a necessidade de lutar contra si mesmo. Agradeça, portanto, a quem lhe proporcione a ocasião para isso.
Gurdjieff
Você pode alterar sua foto de perfil no Gravatar ou fazer login.

Deixe um comentário